G-D8LLWBXBP3
 
  • Lane Lucena

Entrevista com Rafael Incao: viajar pode ser uma terapia

Atualizado: 2 de jun.


Rafael Incao, nasceu em São Paulo Brasil, em 1984. A paixão por viagens começou nem ele tem certeza quando. A paixão foi crescendo rapidamente e em 1995 ele realizou a sua primeira viagem internacional. Foi apenas a primeira das tantas que agora fazem parte da sua vida.


Conheci o Rafael e logo me apaixonei pelo seu propósito, pois eu amo viajar, gostei tanto que resolvi escrever propondo uma entrevista. Ele sempre muito gentil, respondeu rapidamente aceitando o convite e aqui compartilho com vocês.

Melborne Australia.jpg

Melbourne - Austrália

Lane: Rafael, tantos anos de viagens por lugares maravilhosos pelo mundo. Existem viajantes na tua família ou foi uma coisa que partiu de você, mesmo tão jovem?

Rafael Incao: Eu sinceramente não conheço pessoas que não gostem de viajar.

Com minha família não é diferente. Meu irmão, por exemplo, logo após eu começar a cruzar o mundo ele entrou na mesma, pegando dicas de lugares por onde eu já havia passado.


Lane: Para muitas pessoas viajar é uma área que requer um investimento relativamente alto. O que você me diz sobre isso? Como foi no início?

Rafael Incao: Você pode viajar gastando muito, mas pode viajar gastando praticamente nada. Existem caronas para se deslocar, e sites como o couchsurfing que te permite se hospedar em qualquer lugar do mundo sem pagar nada. E muitas pessoas vislumbram viagens muito longas. Comece viajando para mais perto, pro estado ou cidade vizinha. Não importa a distância percorrida, qualquer viagem é uma grande viagem.

Ilha de Pascoa.jpg

Ilha de Páscoa - Chile

Lane: Como é a escolha dos teus destinos? Você pesquisa para saber onde quer ir ou é uma coisa que vai fluindo naturalmente?

Rafael Incao: Recomendo à todas pessoas que pesquisem todos os detalhes de seus destinos. Mas eu, sinceramente, não faço isso. Recomendo porque por isso já me meti em alguns apuros como ficar numa ilha sem dinheiro algum e sem passaporte também, por pura falta de planejamento. Mas eu até gosto de não planejar tanto e ser surpreendido pelo lugar. Eu não procuro muito os lugares. De alguma maneira, são eles que me atraem.


Lane: O tempo das viagens é planejado? Você mantém contato com as pessoas que conheceu nas viagens?

Rafael Incao: Costumo determinar um tempo para as viagens, mas isso acaba mudando devido ao que acontece no caminho. Tenho contato com grandes amigos que fiz na estrada, mas muitas das pessoas que encontrei sei que nunca mais verei, e morarão somente nas minhas recordações.

Machu Pichu.jpg

Machu Pichu - Peru

Lane: E me conta muito mais que turismo viajar pode ser um exercício espiritual? Uma verdadeira peregrinação: sentir cada paisagem e cada parte dos trajetos como uma extensão de nós mesmos?

Rafael Incao: Muitas pessoas ao viajar tentam levar sua rotina para o lugar. Cercam-se das mesmas pessoas, vão aos mesmos tipos de lugares e comem o mesmo tipo de comida. Eu gosto de ser abraçado pelo local como um todo. Caminho pelas ruas, como nas calçadas e ando de transporte público sempre que possível em minhas andanças pelo mundo.


Lane: Viajar pode ser uma forma de meditação ou uma forma de autoconhecimento?

Rafael Incao: Costumo dizer que as vezes procuro me perder para ter a certeza que só assim poderei me encontrar.


Galapagos.jpg

Galápagos - Oceano Pacífico

Lane: Como vivenciar as diferenças sociais e culturais os motivos principais de se conscientizar enquanto pessoa no mundo?

Rafael Incao: Se abrindo ao novo. Praticando a observação e o aprendizado ao invés do julgamento.


Lane: De repente alguém que tem fobia social, como você recomendaria fazer uma bela viagem e encarar seus medos de frente através do autoconhecimento?

Rafael Incao: Fobias são questões sérias e devem ser tratadas por profissionais. Agora, se é um medo “normal”, acredito sim que enfrentar esse medo só vai tornar essa pessoa mais forte e segura.

Atacama - Chile.jpg

Atacama - Chile

Lane: Quais são as melhores dicas de viagem que você daria para quem deseja fazer a sua primeira viagem mundo a fora?

Rafael Incao: Aja rápido. Se ficar pensando demais ou vislumbrando problemas que podem acontecer o medo acabará vencendo. Deseja viajar o mundo? Comece a se movimentar de imediato.

Lane: Para quem – assim como eu – gostou do teu trabalho e quiser acompanhar as novidades, onde pode encontrar você?

Rafael Incao: Em meu site: www.mundando.com.br

e também estou nas seguintes redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/mundando01

Twiter: @sitemundando

Instagram: rafaelincao

Lane: Rafael, muita gratidão por aceitar participar da nossa entrevista, sabemos que uma viagem é capaz de transformar, inspirar e fortalecer. Um super abraço!


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo