G-D8LLWBXBP3
 
  • Lane Lucena

Procrastinar, eis a questão!

Atualizado: 27 de abr.


o-PROCRASTINATION-facebook.jpg

A procrastinação é algo que tem afastado muitas pessoas de seus sonhos, pois, sempre que deixamos coisas para depois, adiamos a realização de algo. Não importa a relevância do que foi deixado para depois, se é fácil ou complexo, se é pouco ou muito, se é barato ou caro, o fato é que, se tal coisa está ali para ser feita por nós, é porque tem lá a sua importância.


Sempre lembro essa citação:


“O tempo é uma coisa criada. Dizer 'Eu não tenho tempo', é o mesmo que dizer, 'Eu não quero'”. Lao Tsé


O que eu gosto sobre esta citação é que: Nós todos temos a mesma quantidade de tempo. Se você sempre diz “não ter tempo" para fazer algo, então você provavelmente não quer fazer tal coisa. Então, por que manter atraindo esse tipo de tarefa por aí com você? Livre-se das coisas que não lhe interessa. Todos nós procrastinamos às vezes, e as razões pelas quais fazemos são infinitas. Mas o que acontece quando você procrastina em coisas importantes?


Pense por um momento: Que oportunidades você perdeu na sua vida, porque você procrastinou?


E, assim como os resultados específicos de sua própria procrastinação, existe o tempo que perdemos movendo o item de uma lista de tarefas para outra, continuar com algo a fazer que talvez não seja tão essencial, nos sentir culpados por não concluir uma tarefa.


Analise se alguma vez você age da forma abaixo?

- Evita planejar o seu dia, porque você tem tanta coisa para fazer, que prefere fazer conforme elas surgem;

- Preenche o seu dia com as tarefas de baixa prioridade;

- Diz a si mesmo: "Eu vou fazer isso mais tarde", mas nunca consegue fazer;

- Ler e-mails várias vezes antes de arquivar, excluir ou responder;

- Conclui tarefas para as outras pessoas, mas sem tempo para fazer as suas;

- Repetidamente ignora ou evita fazer uma tarefa importante em sua lista de "To-Do".


Se você se identificou com algum tópico a cima, é mais provável procrastinar - e, certamente, não está sendo tão eficaz como você poderia ser. Então, da próxima vez que você perceber que está procrastinando, pergunte a si mesmo estas três perguntas:


1) Será que eu realmente preciso fazer isso?

Se a resposta for não, riscar fora de sua lista e esquecer é o mais indicado.


2) Eu não estou fazendo isso porque eu não sei como fazer?

Se sim, então descobrir o que você precisa saber para se movimentar e encontrar um recurso - um especialista na área, um amigo, um seminário, um livro, um website - para dar-lhe as habilidades que você precisa para fazer.


3) Eu não estou fazendo isso porque é algo que eu odeio fazer?

Se sim, então elimine fora.

(Se você ainda é um pequeno empreendedor e não pode se dar ao luxo de contratar alguém, mas você pode se dar ao luxo de manter melhor o desperdício de tempo e energia e preocupação por não fazer).


Analise cada tarefa a ser feita da forma mais honesta possível. Enfrente, e em seguida, tome as ações que realmente irão beneficiar você.


ampulheta.jpg

"A procrastinação é como um cartão de crédito é muito divertido até chegar à conta." Christopher Parker


Muitas vezes, somos procrastinadores natos e não nos damos conta disso. Temos que nos observar melhor. Você não pode lidar com algo que você não está disposto a reconhecer. Quando estamos conscientes das nossas dificuldades, podemos fazer algo sobre elas, mas quando se evita olhar para as dificuldades, em seguida, essas dificuldades nos controlam. Então, o ideal, é enfrentar as dificuldades, incluindo o ato de procrastinar, reconhecendo-os e, em seguida, fazer uma escolha consciente de quando agir. Eu posso fazer agora ou mais tarde, mas, eu também poderia me dar permissão para fazer na próxima semana ou no próximo mês. O que se deve aprender é que uma vez admitidas às dificuldades e quando você se der permissão para fazer mais tarde (fixou um prazo), você realmente fará!


A dica é fixar um prazo para que no dia seguinte enfrente a sua dificuldade, em vez de, inconscientemente, procrastinar.





Lane Lucena

🛋️ Autora

∞ Mãe da Carol, psicanalista, apaixonada pelas palavras. Desenvolvedora da metodologia que floresce pessoas por meio da escrita: Flor&Ser



Projetos 👇

linktr.ee/lane.lucenapsicanalista



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo