G-D8LLWBXBP3
top of page
  • Foto do escritorLane Lucena

Nunca é tarde demais de Júlia Cameron e Emma Lively

Atualizado: 20 de jun. de 2023



O livro de Júlia Cameron e Emma Lively: Nunca é tarde demais: a vida criativa e cheia de propósito depois dos 50, mostra como desenvolver a própria inventividade, usando o tempo e a experiência a nosso favor, para fazer deste o período mais rico, completo e criativo da vida, comprovando que nunca é tarde demais para começar de novo.


Ele aborda de forma única a vida do ponto de vista de alguém com 50 anos ou mais de idade. O livro é um guia para aqueles que se sentem um pouco perdidos ou desconectados da sua essência criativa.


Cameron compartilha algumas das suas experiências, joias de sabedoria e sugestões, que servirão de guia para nos auxiliar a encontrar ou redescobrir a nossa criatividade e propósito. Ela explica como começar a levar uma vida mais consciente e significativa que se encaixe no envelhecimento.


Por meio de um percurso de 12 semanas, teremos insights que nos guiarão por uma viagem de autodescoberta que ajuda a vencer as limitações, medos e inseguranças.


Apesar do processo criativo exigir uma boa dose de prática e disciplina, ele não precisa ser cansativo e doloroso.



Aprendizados com a leitura


O livro oferece dicas práticas sobre como redescobrir a criatividade e o propósito na vida, fornecendo ferramentas para que possamos criar um caminho e o alcance dos nossos objetivos. Ela também ensina sobre como usar a criatividade para criar um senso de propósito e significado para a vida, depois de passar dos 50 anos de idade.


Este livro é para aqueles que querem envelhecer de forma consciente, significativa e com propósito. Ela apresenta a ideia de que a criatividade é uma fonte de energia e significado que nos mantém vivos. Ela mostra ainda que há muito para aprender e explorar no envelhecimento e explica como usar a criatividade para aproveitar ao máximo essa nova etapa da vida.



Uma jornada de 12 semanas


Durante as doze semanas podemos experimentar um programa objetivo, que oferece ferramentas simples e acessíveis para inspirar e aproveitar ao máximo a melhor fase da vida que é a chamada “terceira idade,” a qual, pode ser um momento de grandes inseguranças. Tédio, falta de disposição, sensação de vazio e medo do desconhecido são apenas alguns dos aspectos que podem nos assombrar. Se por um lado a liberdade adquirida nessa fase pode ser muito estimulante, por outro, pode ser bastante assustadora, trazendo assim, sensações negativas.


Nunca é tarde demais é um curso de três meses, pensado pelas autoras para transformar esses temores em grandes possibilidades. Além do mais, a leitura é repleta de exemplos práticos.



A cada semana um capítulo com atividades será proposto. As atividades são elaboradas a partir de quatro ferramentas básicas. São elas:



Páginas Matinais

Escritos pessoais e fluidos que devem ser feitos todos os dias ao acordar.

Programa Artístico semanal

Um passeio a sós para experimentar algo novo e divertido.

Caminhada solitária

Um percurso de vinte minutos a sós que deve acontecer duas vezes por semana.

Autobiografia

Um processo semanal e guiado para ativar a memória e revisitar sua vida em blocos de vários anos.



"As páginas matinais mapeiam nosso interior. Sem elas, nossos sonhos podem permanecer como terra incógnita".

– Julia Cameron.





As páginas matinais


É a ferramenta fundamental para recuperar a criatividade: três páginas de escrita livre à mão sobre nada em particular. Devem ser produzidas logo de manhã e não podem ser mostradas a ninguém. Não existem erros ao fazê-las. Gosto de pensar nelas como limpadores de para-brisa, que varrem para longe tudo o que se coloca entre você e uma visão clara e cristalina de seu dia. Escrevê-las é um exercício de atenção. A recompensa é invariavelmente a cura.



Programa Artístico semanal


A segunda ferramenta fundamental para a recuperação da criatividade, trata-se de um passeio a sós para você experimentar alguma coisa que seja de seu interesse ou lhe pareça estimulante.


Um Programa Artístico exige coragem. A recompensa, porém, é mais vigor e inspiração. Um dos primeiros frutos é uma maior resistência física. Quando passamos a nos movimentar com frequência, descobrimos que não nos cansamos mais com tanta facilidade. O mundo é uma grande aventura, e somos almas aventureiras.





Caminhada solitária


Duas vezes por semana, programe-se para fazer uma caminhada de vinte minutos a sós. É o momento para você se movimentar - e o movimento traz clareza. Caminhar a sós abre espaço na mente para as ideias. Eu fico sempre atenta aos meus insights durante minha caminhada. É incrível como os pensamentos se tornam mais fluídos.



Autobiografia


Toda história de vida é sempre fascinante. E quando estamos dispostos a analisar e honrar a vida que tivemos, inevitavelmente nos colocamos em uma posição de empoderamento e apreciação. Parece mágico, e de fato é. A autobiografia é um exercício semanal que vai ganhando corpo pouco a pouco.



Doze semanas - ou três meses - podem parecer muito tempo, mas pense em tudo isso como um investimento de algumas horas por semana em nome de uma nova fase de sua vida.


Abaixo, os temas abordados em cada capítulo:


  • Recuperando o deslumbramento

  • Recuperando a liberdade

  • Recuperando a proximidade

  • Recuperando o propósito

  • Recuperando a sinceridade

  • Recuperando a humildade

  • Recuperando a resiliência

  • Recuperando a alegria

  • Recuperando o dinamismo

  • Recuperando a vitalidade

  • Recuperando a ousadia

  • Recuperando a Fé

  • Renascimento



Obtenha o livro Nunca é tarde demais a vida criativa e cheia de propósito depois dos 50.



Leitura compartilhada em grupo


Após a nossa primeira aventura com o livro A arte da escuta da Júlia, vamos partir agora para mais uma jornada de leitura e desenvolvimento pessoal. Estou convidando pessoas interessadas no tema para mergulharem comigo. Para complementar, tenho uma sala no Zoom para encontros semanais, onde compartilharemos as experiências da semana e discutiremos o exercício proposto em cada capítulo.


O encontro acontecerá sempre às sextas-feiras, às 20h (horário Brasília).


Para participar, basta se inscrever no link e acessar a área de membros no Portal Fluir+.


O primeiro encontro será para dar as boas-vindas (dia 10/03/2023, às 20h), fazer as apresentações, dar uma pincelada sobre as páginas matinais.



Obtenha aqui o primeiro livro lido por nós no Leitura Compartilhada: A arte da escuta.

Como acontecerá o Leitura Compartilhada:

  • serão 13 encontros (a cada semana) ao vivo (via Zoom) para apontamentos e trocas referente a cada capítulo previamente lido pelo participante;

  • exercícios propostos com base na leitura;

  • grupo de interação via whatsapp;

  • acesso ao Portal Fluir+ (onde ficarão as aulas gravadas para replay) + conteúdo adicional do portal, incluindo o curso de 21 semanas de escrita: EscrevArte.


Quer conhecer sobre o Leitura Compartilhada? Escute o podcast que gravamos do nosso primeiro encontro de boas-vindas do livro Nunca é tarde demais e A arte da escuta.










Lane Lucena

🛋️ Autora

∞ Mãe da Carol, psicanalista, apaixonada pelas palavras. Desenvolvedora da metodologia que floresce pessoas por meio da escrita: Flor&Ser



Projetos 👇




Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Lane Lucena
Lane Lucena
Jun 21, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

😆

Like
bottom of page